Sem categoria

Assista a “Yu Yu Hakusho Hiro Takahashi Taiyou ga mata Kagayaku Toki TRADUÇÃO em Português” no YouTube

E depois de ver taser dos novos OVAs de Yu Yu Hakusho, resolvi matar as saudades desse anime tão divertido e querido por mim.

Anúncios
Reflexões, Sem categoria
istockphoto-616005988-1024x1024.jpg
Man putting a ballot into a voting box.

 

As eleições deste ano foram históricas. Depois de muito tempo sob o comando de uma ideologia, a ideologia oposta chega ao poder e  aqui na Paraíba o povo  elegeu uma mulher para o senado pela primeira vez, o que é fantástico.

Uma coisa interessante é perceber que muitos eleitores agem como torcedores e fanáticos religiosos (embora muitos se dizem ateus), desejado que o próprio país quebre, que os eleitores opostos suas ideias de “mundo melhor” sofram. E isso é muito triste, porque essas pessoas não amam nada que não seja “sua causa”.

Por outro lado, admito que nunca me diverti tanto em uma eleição. Foram memes e comentários engraçados de todo lado. Eu quase votei no Cabo Daciolo. Nossa democracia pode não ser a maior ou a melhor, mas com certeza é a mais divertida do mundo.

Espero que tudo dê certo no novo governo.

anime e mangá, filmes, Sem categoria

Meu lado otaku: Asura

images (2).jpeg

 

Ano passado graças ao Animehaus(um dos melhores sites de anime da internet) descobri ‘’ Asura’’ um filme muito interessantes. O filme conta a história de uma criança selvagem, que dá nome ao filme. Esse menino um dia encontra um monge budista e começa aos poucos a se descobrir como um ser humano.

Quando me refiro a criança selvagem não tem nada a ver com ‘’Mogli’’ da Disney, mas sim uma criança realmente selvagem que luta para sobreviver na natureza, por isso mata para sobreviver. O filme se passa durante uma grande seca onde a população japonesa pobre não tem o que comer e vai aos poucos perdendo a própria humanidade. O filme é um pouco triste e mostra como a miséria poder animalizar o ser humano. Existem  cenas de canibalismo no filme que chocam e incomodam, mas não estão ali apenas para chocar por chocar como em outros animes, mas ajudam a contar um boa e bela história.

Gostei bastante de Wakasa, uma personagem feminina que  é realmente forte ao tentar manter sua humanidade, apesar da fome e da selvageria e é uma figura materna para Asura. Não gosto do que é mostrado atualmente como personagens femininas ‘’fortes’’ e ‘’empoderadas’’, que na minha opinião não passam de mulheres egoístas e irresponsáveis.

Asura é um anime excelente sem vícios de gênero que vale muito a pena ser visto e revisto.

 

seriado, TV

Para servir o Homem

 

download (14).jpeg

Esse é o título de um dos melhores e mais famoso episódios de ‘’Além da Imaginação’’. Nele uma nave extraterrestre chega à Terra e convence a todos líderes mundiais que são seres pacíficos e com isso todos os exércitos do mundo depõem suas armas. Porém existe um livro que o militares americanos tentam decifrar do que se trata, mas conseguem traduzir apenas título do livro, que dá nome ao episódio: Para servir o homem.

‘’Para servir o Homem’’ tem uma paródia divertidíssima nos Simpsons que muda completamente o final da história que é de um humor negro muito sutil e divertido.  ‘’Para servir o homem’’ mostra de forma genial  a intenção real de grupos que pregam o desarmamento total de uma população e como isso termina mal para o povo indefeso.

Acho que as pessoas deveriam assistir ‘’Para servir o Homem’’ e vê se não lembra certos ‘’pacifistas’’ cheios de ‘’virtudes’’ e ‘’boas intenções’’. Além de criticar uma parcela de gente ‘’boazinha’’ o ‘’Para servir o Homem’’ diverte sem ser chato ou panfletário coisa rara hoje em dia em que o entretenimento se tornou um grande e chato panfleto.

seriado, TV

Gigantes da Indústria e Gigantes do Brasil

 

Entre o final do ano passado e Janeiro deste ano reassisti essas duas séries excelentes do History Channel. Nela mostra o desenvolvimento da da indústria norte-americana e a brasileira.

A primeira que eu assisti foi Gigantes da Indústria e fique admirada com a história de John D. Rockefeller, que veio de uma família pobre e conseguiu montar um império do petróleo e ser o patriarca da família mais rica do mundo.

O mais interessante dessa série foi mostrar que mesmo enriquecendo e nem sempre sendo ‘’bonzinhos’’, esses homens desenvolveram o país deles e o Estados Unidos se tornou a potência que é hoje, já que muitas tecnologias modernas foram desenvolvidas lá. Outro destaque para mim foi a rivalidade entre Nikola Tesla e Thomas Edison pelo desenvolvimento da energia elétrica. ( Em breve vou assistir um documentário sobre os dois).

Quando vi essa série fiquei pensando no que o Brasil poderia ser, mas até hoje continua num atraso que parece não conseguir se livrar nunca. Onde a mentalidade principal é depender do Estado. Nós temos a mentalidade que o governo deve resolver todos os nosso problemas e é claro que os políticos adoram, porque aí regulamentam tudo e claro criam mais taxas e impostos. Antes de apontar o dedo para os outros, eu também confesso que tenho muito dessa mentalidade, mas estou tentando exorcizar.

Gigantes do Brasil também mostra uma boa história que é a do Matarazzo, um imigrante italiano que perdeu tudo quando chegou ao Brasil e conseguiu se reerguer e construir uma grande fortuna. Mas a versão nacional evidenciou ainda mais a mentalidade mesquinha e estadista do empresário nacional. Claro que eu sei que nem todo empresário brasileiro ama o Estado e que têm alguns toques de ficção no programa, como todo programa de televisão, mas não é tão longe assim da realidade.

Gostaria que um dia no país fosse tão grande em tecnologia como os Estados Unidos e alguns países asiáticos e europeus. Espero que isso não seja apenas um sonho distante de se realizar.

Para quem gosta de escrever Gigantes da Indústria e Gigantes do Brasil é um prato cheio para criar bons personagens. Pois esse homens são cheios de virtudes e vícios como todos os sere humanos.

Fonte das Imagens History Channel.

literatura, Livros, Reflexões, Sem categoria

A revolução dos Bichos

images (32)

 

 A primeira vez que eu li esse livro foi num texto adaptado num livro didático da escola, que  contava a história como uma fábula tradicional indo do começo ao fim numa linguagem bem simples para o entendimento de uma criança.  Só consegui ler o livro em texto integral há três anos. Tem uma adaptação dele em desenho animado e não lembro se tem algum filme.

Na história os porcos se reúnem e fazem uma revolução para tirar o fazendeiro do poder. Quando eu li o texto integral senti os capítulos voarem, ainda mais que é um texto muito divertido com um humor muito presente. O livro foi escrito na época da ditadura de Stalin, mas continua muito atual, ainda mais no slogan das ovelhas ‘’Quatro patas bom,duas patas mau’’ que lembra e muito certos grupos que se dizem ativistas disse e daquele grupo  e representantes dos oprimidos. Parece que os porquinhos Napoleão da vida real sempre têm o poder de enganar o povo dizendo que os libertou de tiranos, mas na verdade escraviza o povo sempre lembrando de como era ruim na época do antecessor. E  o povo acaba se comportando como o velho cavalo da história aceitando a escravidão e trabalhando muito mais e recebendo pouco ou nada, mas ainda assim acreditando nas palavras do ‘’grande líder’’.

Uma das frases mais geniais de todos os tempos vem justamente desse livro : ‘’Uns são mais iguais que os outros’’ coisa das ditaduras comunistas,nazistas e de qualquer grupo que queira poder e se traveste de defensor de uma causa usa para enganar o povo, dando migalhas ao povo, enquanto goza de uma boa vida regada a dinheiro e todos os prazeres que o dinheiro traz.  Eu não sou uma grande especialista em História, mas percebi que toda autocracia prega uma suposta igualdade entre os homens e que está fazendo tudo de acordo com os interesses do povo e esse argumento é a justificativa para todo o tipo de atrocidade.

Não entendo porque livros  como ‘’ A revolução dos bichos’’  e outros clássicos não são leituras  obrigatórias nas escolas brasileiras. ‘’ A revolução dos bichos’’ tem muito do que vem acontecendo no Brasil e no mundo com jovens que dizem não ter fé religiosa venerando políticos como deuses, por isso esse livro seria uma literatura perfeita.

Francamente não gosto da visão de que um adolescente brasileiro não tem maturidade para esse tipo de leitura, para mim isso é subestimar o aluno a também os professores. Acho que as pessoas deveriam ler esse livro em qualquer idade, porque é um dos grandes clássicos da Literatura sem dúvida e faz as pessoas refletirem sobre a política e ideologias coletivistas.

A revolução do bicho tem um dos melhores finais da Literatura Mundial onde não se diferenciava mais porcos de homens  e nem homens de porcos.

Livros, música

Assista a “Kate Bush – Wuthering Heights (Tradução)” no YouTube

De volta com uma música que é um tipo de amor a segunda ”ouvida”. Confesso que não gostava muito dessa música quando eu era pequena, achava a voz meio irritante. Mas quando eu descobri que essa música é sobre ”O Morro dos Ventos Uivantes”, mudei de ideia e passei a amar muito ”Wutheiring Heigths”.

Uma vez eu assisti um trecho de uma entrevista onde Kate Buch dizia que primeira viu um filme e ficou encantada com a paixão dos personagens. Até hoje não tem uma versão que chegue perto da paixão visceral do livro.